Últimas notícias

Notícias do Roteiro

  • Home
  • Notícias
  • O trabalho de roteirização em Vila Flores adapta-se ao momento
O trabalho de roteirização em Vila Flores adapta-se ao momento

O trabalho de roteirização em Vila Flores adapta-se ao momento

  • 07 Mai, 2020 às 10:53
  • por Vila Flores
  • 123 Visualizações
Compartilhe:

Na terça-feira, 05 de maio de 2020, por meio de conferência online, a diretora executiva da Atuaserra – Instância de Governança Regional Uva e Vinho reuniu-se com os assessores, de arquitetura Paula Fogaça, da roteirização Taisa Trevisan e de design gráfico Alex Osório.

Desde 2018, a Prefeitura Municipal de Vila Flores em parceria com a Atuaserra promove ações que visam a roteirização de uma nova proposta de passeio turístico no município, que integra a microrregião Termas e Longevidade. O Roteiro Caminhos do Sagrado percorrerá cerca de 50km de área dentro do município de Vila Flores e tem por objetivo ser um local de peregrinação e contemplação, onde a jornada passará por lugares santos ou de devoção e, claro, belas paisagens.

Desde o início deste ano, capacitações em diversas áreas foram promovidas para os empreendedores, porém, com a pandemia do Covid-19 estas atividades foram pausadas. No momento, a reunião tratou de fazer adaptações para que o trabalho continue.

Na reunião, entre outras pautas, foram estabelecidas novas orientações para devolutivas de visitas técnicas já prestadas para os empreendedores do município de Vila Flores, principalmente os que já estão no meio turístico. As boas práticas de higiene e cuidado com a saúde, além do preparo seguro para receber turistas foram os principais pontos incluídos nestes documentos.

Na oportunidade também foi discutido o conceito de Ecomuseu para se definir quais os resgates culturais são possíveis de aplicação na Região.

As cidades de Cotiporã, Nova Prata, Protásio Alves, Veranópolis, Vila Flores compõem o Roteiro Termas e Longevidade, que originou-se da iniciativa da Atuaserra, Instância de Governança Regional Uva e Vinho na Serra Gaúcha em parceria com estes municípios e, atualmente conta com o apoio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado do Rio Grande do Sul, através da Consulta Popular RS.